PISTA ÀLIGA

Primeira pista de Descida da copa do mundo dos Pirenéus

Na zona competição de Àliga, no sector El Tarter de Grandvalira, disputam-se as disciplinas de velocidade: Descida livre e Super-G. Foi o epicentro desportivo da Taça do Mundo de 2016 e também cenário, juntamente com a pista Avet, das Finais da Taça do Mundo de 2019.

Em 2016, esta pista estreou-se na Taça do Mundo e colocou o domínio esquiável de Granvalira no círculo seleto das melhores estações do mundo. Federica Brignone (ITA), na modalidade de Super-G, e Marie-Michèle Gagnon (CAN), em Combinado Alpino, conseguiram o primeiro lugar nesta estreia de Àliga.

Em 2016, tudo foi possível graças a uma equipa humana de 100 membros do staff e 300 voluntários que deram o melhor de si para alcançar um resultado excelente. Mais de 10.000 espetadores em todo o mundo puderam desfrutar de um espetáculo transmitido em direto para mais de 15 países e para mais de 35 em diferido.

Da mesma maneira que Avet, a pista Àliga já se prepara para voltar a ser o cenário, em 2023, das Finais da Taça do Mundo onde, após o êxito alcançado na primeira edição de 2019, a organização espera poder superar os bons resultados obtidos naquela ocasião.

Ao longo dos últimos anos, em Àliga, no sector El Tarter, têm sido realizados trabalhos de acondicionamento, tanto para garantir a segurança dos esquiadores, como para oferecer a máxima espetacularidade, superando velocidades de 130 km/h em competição. A pista, com um percurso total de, aproximadamente, 2,8 km, tem a base na aldeia de El Tarter, pelo que os adeptos podem aproximar-se caminhando até à meta, para desfrutar da competição.

Àliga já espera impaciente poder converter-se num dos cenários dos primeiros Campeonatos do Mundo de esqui alpino em Andorra no próximo ano de 2027.

Sonhar em grande faz-nos grandes como país!

 

PISTA ÀLIGA EL TARTER PISTA ÀLIGA EL TARTER PISTA ÀLIGA EL TARTER PISTA ÀLIGA EL TARTER
@agence ZOOM
@agence ZOOM
@agence ZOOM
@agence ZOOM